terça-feira, 27 de julho de 2021

Morre o ator Orlando Drummond, criador do personagem seu Peru

Ator ganhou notoriedade com o personagem Seu Peru, da Escolinha do Professor Raimundo

O ator e dublador Orlando Drummond morreu na noite de hoje (27), aos 101 anos de idade, em casa, no bairro de Vila Isabel, zona norte do Rio de Janeiro, de falência múltipla dos órgãos. Em maio, foi internado no Hospital Quinta d'Or, em São Cristóvão, para tratamento de uma infecção urinária, mas teve alta em junho.

Carreira

Orlando Drummond Cardoso nasceu no dia 18 de outubro de 1919, no Rio de Janeiro. Iniciou a carreira em 1942, como contrarregra. Ficou eternizado como Seu Perú, personagem que interpretou na Escolinha do Professor Raimundo, da TV Globo, grande sucesso da década de 1990. Atuou em alguns filmes como Rei do Movimento (1954) e Angu de Caroço (1955) até chegar à carreira de dublador que exerceu desde o início dos anos de 1950. Interrompeu o trabalho como dublador em junho de 2015, após sofrer um acidente.

Era casado com Glória Drummond desde 1951 com quem teve dois filhos, cinco netos (dos quais três são também dubladores) e três bisnetos. Entrou para o Livro Guinness dos Recordes por dublar Scooby Doo por mais de 35 anos.

No Twitter, o ator Bruno Mazzeo, filho de Chico Anysio e que assumiu o papel do pai na Escolinha do Professor Raimundo - programa onde seu Peru ganhou notoriedade - saudou o artista: "Viva Drummond! Dos grandes. Salva de palmas."

Fiocruz: diminui número de mortes por covid-19, mas aumentam os casos

O número de mortes por covid-19 está caindo no país, mas os índices de novos casos continuam em ascensão. Os dados fazem parte do Boletim Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado nesta terça-feira (27). O levantamento mostra ainda que foi registrada redução na ocupação de leitos de UTI covid-19 no SUS. Os índices são referentes à última semana epidemiológica, de 18 a 24 de julho.  A taxa de mortalidade diminuiu 0,3% em relação à semana anterior. No entanto, houve um aumento da taxa de incidência de casos de covid-19 em 2,9%. A diferença entre a curva de novos casos e a curva de óbitos é mais um indício, segundo os cientistas da Fiocruz, da nova fase da pandemia no Brasil, em que há intensa circulação do vírus, mas com menor impacto sobre as demandas de internação e sobre o número de mortes. “É importante salientar que os números de casos (média de 46,8 mil casos novos por dia) e de óbitos (1.160 óbitos por dia) estão ainda em patamar muito elevado”, afirmaram os pesquisadores do Observatório Covid-19.  De acordo com o boletim da Fiocruz, a análise da disponibilidade de leitos sustenta que apenas Goiás e Distrito Federal permanecem na zona de alerta. Porém, no segundo caso, os dados refletem a recente retirada de leitos para os casos de covid-19 frente à redução da demanda. Dezesseis estados estão fora da zona de alerta e nove se encontram na zona de alerta intermediária, com a maioria das taxas entre 60% e 65%. Foi registrada ainda uma pequena redução da taxa de letalidade — ou seja, a proporção dos casos que resultaram em óbitos. Agora, o indicador está em torno de 2,5%.  Vacina contra a Covid-19 Segundo dados do Ministério da Saúde, o país vacinou mais de 59,6% da população adulta com pelo menos uma dose da vacina e cerca de 23% com o esquema completo de imunização. As pesquisas realizadas até o momento indicam que as pessoas completamente vacinadas (com duas doses, no caso da maioria das vacinas aplicadas no Brasil) estão protegidas contra a variante Delta. Os cientistas do Observatório, no entanto, destacam que a proteção oferecida por uma única dose, com exceção da vacina da Janssen, é muito reduzida em comparação ao regime de imunização completo. “Os não vacinados (40,4% da população) encontram-se ainda vulneráveis e com risco alto de infecção e de desenvolver a doença em formas graves, o que pode demandar atendimento hospitalar e resultar em óbitos”, alertaram os pesquisadores.

O número de mortes por covid-19 está caindo no país, mas os índices de novos casos continuam em ascensão. Os dados fazem parte do Boletim Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado nesta terça-feira (27). O levantamento mostra ainda que foi registrada redução na ocupação de leitos de UTI covid-19 no SUS. Os índices são referentes à última semana epidemiológica, de 18 a 24 de julho.

A taxa de mortalidade diminuiu 0,3% em relação à semana anterior. No entanto, houve um aumento da taxa de incidência de casos de covid-19 em 2,9%. A diferença entre a curva de novos casos e a curva de óbitos é mais um indício, segundo os cientistas da Fiocruz, da nova fase da pandemia no Brasil, em que há intensa circulação do vírus, mas com menor impacto sobre as demandas de internação e sobre o número de mortes. “É importante salientar que os números de casos (média de 46,8 mil casos novos por dia) e de óbitos (1.160 óbitos por dia) estão ainda em patamar muito elevado”, afirmaram os pesquisadores do Observatório Covid-19.

De acordo com o boletim da Fiocruz, a análise da disponibilidade de leitos sustenta que apenas Goiás e Distrito Federal permanecem na zona de alerta. Porém, no segundo caso, os dados refletem a recente retirada de leitos para os casos de covid-19 frente à redução da demanda. Dezesseis estados estão fora da zona de alerta e nove se encontram na zona de alerta intermediária, com a maioria das taxas entre 60% e 65%. Foi registrada ainda uma pequena redução da taxa de letalidade — ou seja, a proporção dos casos que resultaram em óbitos. Agora, o indicador está em torno de 2,5%.

Vacina contra a Covid-19

Segundo dados do Ministério da Saúde, o país vacinou mais de 59,6% da população adulta com pelo menos uma dose da vacina e cerca de 23% com o esquema completo de imunização. As pesquisas realizadas até o momento indicam que as pessoas completamente vacinadas (com duas doses, no caso da maioria das vacinas aplicadas no Brasil) estão protegidas contra a variante Delta. Os cientistas do Observatório, no entanto, destacam que a proteção oferecida por uma única dose, com exceção da vacina da Janssen, é muito reduzida em comparação ao regime de imunização completo. “Os não vacinados (40,4% da população) encontram-se ainda vulneráveis e com risco alto de infecção e de desenvolver a doença em formas graves, o que pode demandar atendimento hospitalar e resultar em óbitos”, alertaram os pesquisadores.

Parte do Maranhão pode ser atingida por massa de ar polar que chega hoje ao Brasil

Maranhão pode ser atingido por massa de ar que chega hoje ao Brasil

Algumas cidades localizadas na região sul do Maranhão podem ser atingidas pela massa de ar polar, que está chegando hoje ao país. Além do sul e sudeste do Brasil, sul da Bahia e o interior do nordeste, o fenômeno pode chegar ao nosso estado e derrubar as temperaturas para até 10 graus durante a madrugada, em cidades localizadas no sul maranhense e alto Parnaíba, segundo o Núcleo de Meteorologia da UEMA.

Maranhão pode ser atingido por massa de ar que chega hoje ao BrasilUm dos exemplos, é o município de Loreto, há 715 km de São Luís, onde normalmente as temperaturas mínimas chegam até 15 graus neste período do ano. A previsão é que caiam ainda mais, por influência desta massa de ar polar. 

Cidades como Presidente Dutra e Barra do Corda, na região central, tiveram noites frias na semana passada, com mínimas de até 18 graus, porém máximas elevadas durante o dia e sensação térmica acima dos 35 graus. 

Mais informação 

O assunto rendeu ainda um episódio do nosso Podcast Noticiar, com participação do meteorologista Gunter, da UEMA. Ouça.


Agora; Engarrafamento quilométrico na BR-135

Grande congestionamento na BR-135

Segundo informações, neste momento há um grande engarrafamento na BR-135, no sentido São Luís/Interior, no trecho entre Bacabeira e Santa Rita. O transtorno estaria sendo provocado por conta de obras da rodovia. 

Lençóis Maranhenses na lista de destinos preferidos em junho, ao lado de Maldivas e Tulum

Lençóis Maranhenses na lista de destinos preferidos em junho, ao lado de Maldivas e Tulum

Os Lençóis Maranhenses estão entre os destinos preferidos pelos brasileiros. O crescimento expressivo nas vendas, em junho deste ano, colocou esse destino lado a lado de rotas como Maldivas e a mexicana Tulum.

As informações são do boletim mensal Dados e Cenários Futuros, divulgado nesta semana, pela Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), que responde por cerca de 90% das viagens de lazer negociadas no Brasil.

Com a vacinação contra a Covid-19, na capital maranhense, noticiada nacionalmente – São Luís está com mais de 95% da população adulta imunizada com a primeira dose –, o fato acabou levando viajantes ao estado.

A quantidade de pessoas vacinadas no destino também entrou para a lista de aspectos considerados pelos viajantes na hora de escolher que lugar visitar. Segundo a Secretaria de Estado do Turismo (Setur), a capital tem recebido mais moradores de outras regiões do Brasil. Em junho, 58% dos turistas da cidade saíram do Sul e do Sudeste, enquanto o Nordeste enviou 25% dos visitantes.

Promoção do destino

Nesta terça-feira (27), a Setur promoverá capacitação online destinada aos agentes de viagens para fomentar a comercialização dos destinos. A capacitação Maranhão Terra de Encantos, organizada pela Superintendência de Promoção e Marketing da Setur, para mais de 50 agentes de viagem nos mercados prioritários do Sul e Sudeste.

Reforçada fiscalização de ônibus do sistema de transporte de São Luís

Reforçada fiscalização de ônibus do sistema de transporte de São Luís

As fiscalização feitas nos pontos finais dos ônibus em São Luís, foram iniciaram pela Zona Rural e tem quer garantir a prestação de serviço eficiente e de qualidade para a população que usa o serviço na capital. 

Os agentes estiveram no ponto final do bairro Coqueiro, onde todos os ônibus do Consórcio Central que fazem a linha para o bairro foram vistoriados. A operação vai continuar pelas próximas semanas, conforme programação do órgão. Já estão agendadas vistorias no Quebra Pote, Amendoeira, Estiva, Vila Sarney, Morada do Sol, Itapera, Rio Grande, Mato Grosso, Cajupari e Tajaçuaba. 

Durante as ações, os agentes da SMTT aferem o funcionamento correto do elevador para pessoas com deficiência, campainha, banco, limpeza, balaústre, além das condições do ano de fabricação e equipamentos de segurança, como lanterna, assento, sinaleira, extintor e pneus. 

Durante as fiscalizações, caso o veículo não esteja dentro das normas de segurança, a empresa é notificada e o ônibus pode ser recolhido para a garagem em casos mais graves.

Capacitação

Em paralelo à ação de fiscalização, os profissionais que operam no transporte urbano de São Luís estão sendo capacitados para qualificação dos trabalhos. Desde junho, mais de 300 motoristas e cobradores já receberam orientações de especialistas em trânsito e transportes para melhor servir os passageiros.

Meteorologia explica massa de ar polar que atingirá o Brasil

Meteorologia explica massa de ar polar que atingirá o Brasil

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) vem atualizando informações sobre a nova massa de ar polar que causará “frio intenso” nas regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e no sul da Região Norte entre os dias 28 de julho e 1º de agosto.

Segundo meteorologistas, as temperaturas começam a declinar de forma acentuada a partir de hoje (27) no Rio Grande do Sul. A frente fria deverá trazer chuvas para os três estados da Região Sul, estendendo-se também ao sul de Mato Grosso do Sul para, amanhã (28), chegar em algumas localidades do Sudeste, como o leste de São Paulo, o sul de Minas Gerais e, em seguida, no Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Em um vídeo disponibilizado no site do Inmet, a meteorologista Morgana Almeida informa que, eventualmente, em áreas de maior altitude, entre os dias 29 e 31, as temperaturas mínimas ficarão entre -6ºC e -8ºC. “Teremos, pelo menos durante três dias consecutivos, temperaturas máximas inferiores a 10ºC na Região Sul”, disse.

O Inmet acrescenta que, ainda no dia 28, a presença de um ciclone extratropical no Oceano Atlântico intensificará os ventos no litoral da Região Sul e também favorecerá a incursão de umidade nas serras gaúcha e catarinense.

“A combinação de umidade com o ar frio poderá favorecer a ocorrência de chuva congelada e/ou queda de neve nas áreas de maior altitude”, acrescenta a Meteorologia ao informar que persiste a previsão de que - entre os dias 28 e 31 de julho - o ar frio predominará por toda a Região Sudeste, Centro-Oeste e sudoeste da Amazônia Legal, ocasionando mais um episódio de friagem.

Entre os dias 30 de julho e 1º de agosto, a previsão é de que o ar frio avance sobre sul da Bahia e partes do interior da Região Nordeste, com “declínios de temperaturas entre 6ºC e 4°C, especialmente nas áreas de maior altitude”.

Destaques

Entre os destaques climáticos elencados pelo Inmet está a persistência de chance de “mais um evento de queda de neve” nas serras gaúcha e catarinense, de forma “fraca e bem isolada” entre os dias 28 e 29, não sendo descartada a possibilidade de chuva congelada ou neve na serra do Sudeste no Rio Grande do Sul.

Os dias mais críticos – em termos de menores temperaturas, mínimas e máximas na Região Sudeste – serão 29 e 30 deste mês, com mínimas entre -2°C e -5°C na Serra da Mantiqueira, divisa entre São Paulo e Minas Gerais e máximas abaixo de 15°C em parte da região, especialmente nas regiões metropolitanas de São Paulo e Belo Horizonte. “Também são previstas temperaturas negativas no sul do Mato Grosso do Sul e no sudeste de São Paulo”.

Geadas

Com relação a geadas, a Meteorologia informou que há previsão de “geadas amplas, que podem chegar com forte intensidade em algumas áreas, em todo interior do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, além do sul e sudoeste do Paraná e, com menores chances, de forma mais pontual e de menor intensidade, entre o noroeste do Paraná e o extremo sul do Mato Grosso do Sul”.

Há também previsão de “geada ampla” dia 29 em praticamente toda a Região Sul, sul de Mato Grosso do Sul e sudeste de São Paulo. Não está descartada a possibilidade de chuva congelada nas áreas de maior altitude da Serra da Mantiqueira, localizada na divisa entre São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

No dia 30, a previsão de geada se entende para todo o estado de São Paulo, sul, Campo das Vertentes, oeste, Triângulo e Alto Paranaíba em Minas Gerais. Na Serra da Mantiqueira, a geada poderá ter intensidade de moderada a forte. Há também possibilidade de geada, de forma mais isolada, no sul de Goiás.

Anvisa suspende autorização de importação da vacina Covaxin

Anvisa suspende autorização de importação da vacina Covaxin

Em nota, a Anvisa informou que a decisão foi tomada após ter sido comunicada pela empresa indiana Bharat Biotech que “a Precisa Medicamentos não possui mais autorização para representar a Bharat, fabricante da vacina Covaxin no Brasil”. 


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu cautelarmente a autorização excepcional e temporária para importação e distribuição da vacina Covaxin, usada contra a covid-19. A decisão foi tomada hoje (27), em Brasília, de forma unânime pela diretoria colegiada da agência. A solicitação de importação foi feita pelo Ministério da Saúde.

Segurança jurídica e técnica

Ainda segundo a agência, a medida prevalecerá até que “sobrevenham novas informações que permitam concluir pela segurança jurídica e técnica” da manutenção da deliberação que autorizou a importação.

Relator da matéria, o diretor Alex Machado Campos disse que a perda de legitimidade da Precisa Medicamentos para atuar junto à Anvisa pode influenciar no cumprimento dos requisitos e condicionantes da importação. 

“A decisão levou em conta ainda notícias de que documentos ilegítimos podem ter sido juntados ao processo de importação, o que pode impactar as conclusões quanto aos aspectos de qualidade, segurança e eficácia da vacina a ser utilizada na população nacional”, concluiu a Anvisa.

'Pratas da casa'; Depois de Rayssa Leal, Maranhão vibra com atuação de Ana Paula, nas Olimpíadas

'Pratas da casa'; Depois de Rayssa Leal, Maranhão vibra com atuação de Ana Paula, nas Olimpíadas

Depois de comemorar a medalha de prata, conquistada pela skatista Rayssa Leal, o Maranhão vibrou com outra filha da terra, a central Ana Paula, durante partida de handball, na madrugada desta terça-feira (27). A atleta que já é veterana em competições olímpicas, deu show ao lado das companheiras Babi, Duda e Samara.  

A seleção brasileira feminina de handebol derrotou a Hungria por 33 a 27, no Ginásio Nacional Yoyogi, em jogo válido pela segunda rodada do Grupo B da Olimpíada de Tóquio (Japão).

Este é um resultado muito importante, especialmente após o empate, por 24 a 24, no jogo de estreia contra a equipe do Comitê Olímpico Russo. Com o triunfo, o time do Brasil soma 3 pontos na competição.

O próximo compromisso da seleção feminina na competição será na próxima quarta-feira (28), quando enfrenta a Espanha a partir das 23h (horário de Brasília). Vamos torcer pelo Brasil e em especial, pela nossa Ana Paula!

Inscrições para o Fies do segundo semestre começam hoje

Inscrições para o Fies do segundo semestre começam hoje

As inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2021 começam hoje (27). Candidatos interessados podem efetuar a inscrição por meio do portal do programa até a próxima sexta-feira (30).

Estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2012 podem pleitear uma bolsa no programa de financiamento deste ano. Os alunos devem ter média mínima de 450 pontos e nota superior a zero na redação do exame.

O Fies tem por objetivo conceder financiamento a estudantes em cursos superiores particulares, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação e ofertados por instituições aderentes ao programa.

Mais vistas